Como estimular o desenvolvimento do bebê?

Você sabia que existem várias formas de estimular o desenvolvimento do seu bebê? Quando os pais têm o costume de brincar e interagir com o pequeno, o bebê desenvolve as habilidades motoras, cognitivas, sociais e afetivas muito mais rápido do que aquela criança que passa o dia no berço ou dormindo. É claro que cabe ao pai ou a mãe respeitar o ritmo do seu filho para que a criança não fique assustada com algum tipo de brincadeira.

No post de hoje você vai ver:

- Como estimular o bebê a sentar
- Como estimular o bebê a engatinhar
- Como estimular o bebê a andar
- Como estimular o bebê a falar

Como estimular o bebê a sentar

Os pais podem começar a estimular seus filhos a partir do quarto mês de vida, pois nessa fase o pescoço do bebê começa ganhar firmeza e ele consegue sustentar o peso da cabeça. No entanto, é totalmente normal que algumas crianças demorem mais, pois esse processo pode acontecer até o 10º mês – após esse período, caso a criança não consiga ficar sentada sem encosto, é importante procurar um especialista para ver se o bebê não possui algum atraso neurológico. Para estimular o bebê a sentar você pode:

  • Colocá-lo no colo, sentado de frente para você, segurando debaixo dos braços;
  • Fazer movimentos de balançar a criança para trás e para frente (serra-serra);
  • Deixar o bebê sentado algum tempo com almofadas ou travesseiros em volta;
  • Os bebês mais gordinhos demoram mais para sentar. Neste caso, é importante que os pais ajudem a criança a manter o tronco ereto para fortalecer a musculatura.

DICA IMPORTANTE: Antes do quarto mês, o bebê não tem condições neurológicas para ficar sentado, ou seja, os estímulos não causam efeito algum, pois o cérebro não pode processar a atividade.

Como estimular o bebê a engatinhar

Engatinhar é um processo natural no crescimento da criança e ajuda no desenvolvimento motor e cognitivo dos pequenos, por isso os pais devem incentivar a criança a passar por esse estágio. Geralmente, os bebês começam a engatinhar entre o sexto e o oitavo mês. Para estimular seu bebê a engatinhar você pode:

  • Deixar o bebê livre, colocando-o no chão ou no tapete, pois assim ele poderá se mexer. É importante que ele já consiga se sentar sozinho;
  • Colocar brinquedos e objetos que o bebê gosta à volta e longe dele para que ele possa alcançá-los;
  • Toda vez que ele conseguir pegar o brinquedo, você pode aumentar a distância para estimulá-lo a engatinhar;
  • Se você colocar meias e joelheiras antiderrapantes no seu filho ou filha para não machuca-lo, consequentemente ele vai engatinhar melhor;
  • Como os bebês adoram imitar os pais, você pode demonstrar para ele como é fácil engatinhar. Fique na posição por um tempo.

Como estimular o bebê a andar

Esqueça o andador! O equipamento pode causar acidentes graves e atrapalhar no desenvolvimento psicomotor dos bebês. Normalmente, os pequenos começam a querer dar os primeiros passos a partir do nono mês, mas começam a andar bem só com 1 ano. No entanto, cada criança tem seu ritmo e é importante que os pais respeitem isso, sem fazer comparações com outras crianças. Respeitar o ritmo da criança não significa que você não pode estimulá-la, para isso veja algumas estratégias:

  • Deixar o bebê no chão, para que ele conheça o espaço;
  • Você pode segurar nas mãos do bebê e caminhar com ele por um certo tempo. Após verificar facilidade do pequeno, segure apenas uma mão da criança.
  • O bebê precisa se sentir seguro, por isso o ambiente precisa estar calmo, para que ele não se assuste enquanto estiver caminhando.
  • Nada de ficar amedrontando a criança, principalmente com possibilidade de queda. Pelo contrário, caso a criança caia, você precisa disfarçar o máximo possível.
  • Nos primeiros passos, deixe o bebê descalço, para que ele sinta o chão. Em dias frias, opte por meias antiderrapantes. Já em ambientes externos, busque um sapato bastante confortável.
  • Faça como você fez para incentivá-lo a engatinhar: afaste-se e chame a criança até você. Faça o mesmo com brinquedos.

Como estimular o bebê a falar

Um dos momentos mais esperados pelos pais é quando a criança começa a soltar as primeiras palavras, mesmo que seja um simples “mã” ou “pá”, em referência a mãe e ao pai, respectivamente. Normalmente, isso acontece por volta do primeiro ano de idade e para que a criança continue desenvolvendo sua fala é muito importante estimulá-la. Veja como:

  • O jeito mais natural para estimular a habilidade de falar nas crianças é conversando. Por isso, converse com seu filho frequentemente e sempre que possível inclua o bebê nas conversas de família, pois ouvir as pessoas conversando ajuda a criança a aprender as palavras.
  • Muitas crianças não sabem dizer as palavras, mas conseguem compreendê-las. Por isso, aponte sempre quando for se referir ao objeto, pois dessa forma é muito mais fácil decorar o nome de determinada coisa. Por exemplo: Ao falar que vai pegar um livro, aponte para o livro. Apresente o objeto à criança.
  • Além de conversar com a criança, a música, a rima e a sonoridade diferente das vozes ajuda no desenvolvimento da fala. Os refrães, principalmente, são excelentes porque a repetição prende a atenção dos bebês.
  • Crianças aprendem mais com outras crianças. A dica é pedir para o irmão mais velho brincar com o bebê. Se o bebê for o primeiro filho, vale a pena coloca-lo em contato com outras crianças.

Se você quiser aprender mais sobre comportamento infantil, cadastre seu e-mail para receber materiais exclusivos. Se você tiver alguma dúvida pontual, comente usando o formulário abaixo e eu irei te responder assim que possível.

Sobre Antônio Carlos

Antônio Carlos Nantes de Oliveira é especialista em comportamento infantil.

Autor do livro “Manual da Mudança Comportamental Passiva” e fundador do site Eduque Seu Filho. Já ajudou centenas de pais e mães a superarem os desafios de se educar e criar seus filhos, em mais de 38 anos de atuação na área comportamental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>