Our Blog

Aprendizagem infantil: A importância das repetições!

on Wednesday, 28 March 2012. Posted in notes

Com certeza, você há de se lembrar dos seus tempos de escola primária, ou, para sermos mais atualizados, do ensino fundamental. Afinal, quem se esquece daquelas tediosas repetições das operações aritméticas e, principalmente, da tabuada? Ou da “técnica decoreba” que consistia na repetição da leitura de uma mesma lição de português, história, geografia ou ciências?

Com certeza, você há de se lembrar dos seus tempos de escola primária, ou, para sermos mais atualizados, do ensino fundamental. Afinal, quem se esquece daquelas tediosas repetições das operações aritméticas e, principalmente, da tabuada? Ou da “técnica decoreba” que consistia na repetição da leitura de uma mesma lição de português, história, geografia ou ciências?

 

Pois bem, ao longo das últimas três décadas, cientistas de todo o mundo, descobriram que o nosso cérebro “adora” repetições. Influenciado por essas descobertas científicas, costumo dizer que “comportamento é o resultado da repetição de ações”.

 

Se você gosta de esportes, lembre-se que os chamados atletas de alto rendimento têm como base dos seus treinamentos a repetição diária (durante horas!) de exercícios específicos da modalidade que praticam. Por exemplo, o reflexo apurado tanto dos goleiros, no futebol, quanto dos jogadores e jogadoras de tênis, assim como os precisos arremessos dos astros do basquete e as certeiras defesas e cortadas no vôlei, para falarmos apenas de alguns dos esportes mais apreciados entre nós, são resultados de exaustivos treinamentos nos quais, tanto ou mais que o corpo, o cérebro é exercitado mediante dezenas e até centenas de repetições da mesma ação.

 

Não por acaso, nos últimos vinte e cinco anos foi aprimorada uma técnica que ganhou o nome de ESTIMULAÇÃO MAGNÉTICA TRANSCRANIANA DE REPETIÇÃO, a EMTr. Por intermédio dela os cientistas descobriram ser possível estimular, inibir e até modelar determinados circuitos do cérebro, tanto em animais quanto em seres humanos.

 

Nesse ponto, você poderá estar se perguntando se já existe aplicação prática para a EMTr. Ao que eu lhe respondo que sim, inclusive entre nós, no Brasil, onde, no HOSPITAL DAS CLÍNICAS, em São Paulo, a EMTr já é utilizada com resultados espetaculares na estimulação de áreas cerebrais atingidas por derrames, na atenuação dos transtornos do déficit de atenção e, ainda, para regular o apetite de obesos.

 

Claro que isso tudo ainda está no começo, mas os primeiros resultados são tão animadores que os cientistas envolvidos são unânimes em prever um futuro de conquistas sem precedentes no tratamento de muitas patologias hoje tidas como incuráveis.

 

Posso assegurar – e explico isso no meu livro MANUAL DE MUDANÇA COMPORTAMENTAL PASSIVA, Eduque sua criança enquanto ela dorme – que mães e pais podem modelar o comportamento dos seus filhos e filhas utilizando a mesma técnica. Aliás, nisso reside a questão fundamental do método que criei. Como disse acima, é possível “modelar” o comportamento das crianças durante o sono delas. Isso evita brigas, discussões, aborrecimentos, castigos, estresses em ambos os lados, etc. Sem esquecer duas vantagens: pais e mães sempre no comando do processo educacional e nenhum risco de interferência na estruturação das personalidades dos futuros adultos.

 

E aí chegamos à questão da aplicação do método para o processo de aprendizagem das crianças. Uma vez que o cérebro humano está “mapeado” e sabemos quais áreas do cérebro são responsáveis por cada uma das ações que empreendemos, basta estimulá-las de modo adequado e isso, repito, deve ser feito durante o sono dos pequenos.

 

Quer que seu filho se interesse mais pelos estudos? Quer que sua filha tenha desempenho melhor no balé? Pretende que o seu rebento se destaque na modalidade esportiva que pratica? E, claro, quer que suas crianças tirem melhores notas na escola ou colégio?

 

Acredite: isso é possível e os resultados são, simplesmente, incríveis!

 

Voltaremos ao tema, mas faça o seu comentário ou exponha as suas dúvidas. Terei grande satisfação em responder ao seu questionamento.

 

Comments (0)

Leave a comment

You are commenting as guest.